Clara Ferreira Alves. João Duque. Raul Vaz. Alguns dos vírus que intoxicam e estupidificam a opinião pública.

A Estátua de Sal

(In Blog Um Jeito Manso, 21/10/2017)
(Nota prévia: Quero deixar aqui o meu elogio à autora do texto, criadora do Blog Um jeito Manso. Texto contundente, certeiro e verdadeiro, tão rascas e mauzinhos são a cáfila dos opinadores de serviço nas televisões, que não “comentam” e se limitam a vender “banha da cobra”, como se todo o auditório fosse uma cambada de imbecis. Não, imbecis são eles. Um vendedor de sabonetes tarimbado vende o seu produto muito melhor e mas eficazmente do que eles.
Estátua de Sal, 22/10/2017)

Claro que, depois de aqui ter estado a meditar, na maior tranquilidade, — e, já percebi, para mim escrever é uma forma de descansar a mente e o corpo — a última coisa que me apetecia era voltar ao tema da porcaria de comentadores e de jornalistas sub-dotados que não vêem um palmo à frente do nariz, que aparentemente são pagos para…

View original post mais 1.347 palavras

Anúncios

Humildade, ora essa! O que querem impor é Humilhação!

A Estátua de Sal

(Por Jorge Rocha, in Blog Ventos Semeados, 21/10/2017)

costa_marcelo

Há uns anos, quando um programa televisivo andou a promover qual seria a figura histórica nacional com maior popularidade, foi com grande mágoa, que muitos de nós, vimos a votação concentrar-se em Salazar. Como era possível que, depois de anos de Democracia, ainda houvessem suficientes portugueses disponíveis para corresponderem aos organizadores de sindicatos de votos, apostados em troçarem de quem sofrera com o fascismo para darem imerecida consagração ao ditador?

Concluía-se que se uma boa parte do país execrava esse passado, subsistia uma outra que não só o desculpabilizava como, sobretudo, perdurava uma cultura de valores dele remanescentes.

Lembro amiúde o aforismo de Alexandre O’Neill  sobre a vigência desses dias sombrios, em que imperava a regra: “neste País em diminutivo, juizinho é que é preciso”. Mas atrás do juizinho vinham outros valores igualmente repelentes: a caridadezinha, o respeitinho, a humildade.

A caridadezinha foi…

View original post mais 825 palavras

O PRESIDENCIALISMO DOS LIKES

A Estátua de Sal

(In Blog O Jumento, 19/10/2017)

like

As últimas quatro semanas foram úteis para compreender Marcelo Rebelo de Sousa, para entender melhor como ele exerce as funções presidenciais e para clarificar as relações com o governo. O Marcelo Presidente é o Marcelo de sempre, é o Marcelo das brincadeiras do Expresso, o Marcelo dos almoços que não se realizaram, o Marcelo da TVI ou o Marcelo inventor de fatos políticos.

Marcelo conquistou os portugueses com uma estratégia de Facebook, em menos de nada conseguiu um recorde de likes e de amigos, conseguiu likes na esquerda e na direita, na oposição e no governo, nos ricos e nos pobres. Com a estratégia dos beijinhos, lágrimas e selfies Marcelo tornou-se unânime, uma espécie de caudilho (*) das redes sociais. Agora que tem muitos likes e muitos amigos, Marcelo sente que tem mais poderes do que aqueles que a Constituição lhe confere, se é que…

View original post mais 602 palavras

A MINISTRA ” Pirómana”!

A Estátua de Sal

(Joaquim Vassalo Abreu, 16/10/2017)

urbano Ministra reza para que venha chuva

Rogo-te Costa: demite-a, mas demite-a já, antes que algo ainda de mais macabro aconteça! E ordena que a prendam mesmo. Quinhentos incêndios num só dia? A “gaja” deve ter um exército de jagunços ao seu serviço, só pode ser…

Como pode ser ainda Ministra, até o do lacinho do Expresso, o Nicolau, se interroga, para além de toda uma direita em estado de histeria? Ó Costa: de que estás à espera, pá? Baixa lá o polegar e satisfaz a turba! Imola-a e pronto: fica tudo resolvido, até porque dizem que após muitas rezas e procissões vem aí a chuva…

Mostra lá que tens coragem, meu! E abre-me os olhos: ela é franzina e quando fala parece que lhe vai faltar o ar, de tão débil. Parece! Parece, mas não é! Por detrás daquele ar de quem está prestes a desfalecer…

View original post mais 611 palavras

Queres ver que o dr. Costa vai conseguir?

A Estátua de Sal

(Nicolau Santos, in Expresso Diário, 17/10/2016)

nicolau

É de uma enorme ironia que o menor défice alguma vez alcançado em 42 anos de democracia seja da responsabilidade de um governo do PS, apoiado pelo Bloco e pelo PCP.

O centro-direita está com enormes dificuldades em ter um discurso coerente e compreensível contra a proposta de lei do Orçamento do Estado para 2017. Até agora não houve uma única acusação de despesismo (o mesmo se dizendo em relação ao orçamento atualmente em vigor). Quanto ao cenário macroeconómico pega-se por pormenores (a procura externa dirigida à economia portuguesa) mas não pela sua falta de aderência à realidade, porque ele é bem mais realista do que as bases com que foi elaborado o OE 2016. E depois tenta-se insistir num enorme aumento de impostos indiretos, que em primeiro lugar não é enorme, e em segundo visa captar receitas para a segurança social ou incide…

View original post mais 340 palavras

Marcelo, o regresso do filho pródigo

A Estátua de Sal

(Por Dieter Dillinger, in Facebook, 17/10/2017)

marcelo_caricatura

O PR Marcelo incendiou hoje o País no próximo verão ao politizar em excesso a atividade dos INCENDIÁRIOS.

Marcelo Rebelo de Sousa veio à televisão defender indiretamente os INCENDIÁRIOS assassinos e atacar o governo e em particular a ministra Constança Urbano de Sousa.

Mercelo não percebeu que o combate político em torno dos incêndios vai aumentar o número de incendiários no próximo ano e nem um milhão de bombeiros e guardas florestais conseguirão evitar que um conjunto de bidões de gasolina peguem fogo a qualquer zona de mato seco e arvoredo, seja ele qual for.

Marcelo lançou hoje milhares de incêndios que se vão verificar no próximo ano porque, salvo para os estúpidos, não há uma defesa absoluta contra os INCENDIÁRIOS. Todos os que estão contra o Governo vão atear FOGOS no próximo ano ou antes se atravessarmos um período de seca.

Costa não…

View original post mais 214 palavras

Obrigado Dona Cristas

A Estátua de Sal

(Por Estátua de Sal, 17/10/2017)

assuncaox

O CDS diz que vai apresentar uma moção de censura ao Governo, na sequência da catástrofe provocada pelos fogos que assolaram o país nos últimos dias. Obrigado, D. Cristas. Se o ridículo pagasse impostos a Assunção seria uma contribuinte VIP.

A direita anda tão assanhada a explorar a desgraça alheia para criar alarmismo, pânico e desespero pelo país, que nem nos três dias de Luto Nacional que o Governo – e bem -, decretou em homenagem às vítimas dos fogos, concordou em interromper os trabalhos da Assembleia da República.

O choro dos familiares das vítimas, e dos muitos que perderam os seus haveres, não comove a comandita da direita. Não, eles – quais vampiros -,  querem sangue, o sangue de Costa, o sangue da Ministra da Administração Interna, para temperar os cadáveres das vítimas.

E na orquestração da peça dantesca em que navegam têm a…

View original post mais 374 palavras

Albergue Espanhol

Um site WordPress.com de primeira

DER TERRORIST

Um site WordPress.com de primeira

ABRUPTO

Um site WordPress.com de primeira