Dois anos de “geringonça”: o que se esperava, melhor do que tínhamos, aquém do possível..

A Estátua de Sal

(Daniel Oliveira, in Expresso Diário, 27/11/2017)

.

Daniel Daniel Oliveira

(Saúdo este texto do Daniel Oliveira. Põe o dedo nas feridas da maioria parlamentar de esquerda, nas suas contradições e no seu futuro. E, quanto às hipóteses de uma futura aliança de esquerda e de superação dos seus impasses, acrescento algo que o Daniel não disse: só os eleitores em próximas eleições poderão, com o seu sentido de voto criar uma geografia parlamentar que a tal obrigue. Espero que para tal tenham a sageza e o ímpeto necessário.

Estátua de Sal, 27/11/2017)


Quem acompanhe o alinhamento noticioso e leia e oiça a maioria dos comentadores políticos, só pode concluir que o país está à beira do precipício. Que estamos a viver uma brutal crise económica, que o Estado entrou agora em ruínas, que atravessamos uma nova calamidade social, que as contas públicas estão à beira da rutura. No entanto, não é…

View original post mais 1.851 palavras

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s