“Cristo morreu, Marx também…”

A Estátua de Sal

(Castro Guedes, in Público, 16/01/2017)

cristomarx

Talvez nunca o mundo tenha sido tão incerto e inseguro para a Humanidade. A instabilidade é dominante: não sabemos se desaba uma guerra de proporções gigantescas, se vamos ter ou arranjar trabalho, se alguma doença se instala, se um cataclismo natural ocorre arrasando a cidade, se o vizinho do lado afinal é um terrorista ou um sociopata, se aquele que foi nosso amigo toda a vida não nos vai trair por uma qualquer ambição pessoalíssima. E sabemos que morrem mais de 20 mil crianças à fome ou por doença e falta de cuidados básicos diariamente, que há guerras infindáveis e propositadamente assim provocadas e mantidas, que há cada vez menos segurança e menos espaço e menos direitos no mundo do trabalho, que por cada doença debelada surge um novo vírus.

E sabemos que a par de coisas tão espantosas como a criação da ‘realidade aumentada’ que…

View original post mais 679 palavras

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s