Trump e as nossas bolhas

A Estátua de Sal

(Daniel Oliveira, in Expresso Diário, 10/11/2016)

Autor                          Daniel Oliveira

Os jornalistas tendem a sobrevalorizar o seu papel nos fenómenos políticos. Nisso, não são diferentes de todas as classes, que gostam de sublinhar a sua própria relevância. Há hoje, no entanto, algum saber consolidado que os desmente. Sendo importante o que é veiculado na comunicação social, a experiência pessoal dos indivíduos é muitíssimo mais determinante para as suas posições políticas do que aquilo que veem nos media. Se todas as televisões, jornais e rádios venderem diariamente a um desempregado que ele vive num país perfeito nem por isso ele deixará de ter o quotidiano de um desempregado. E como nas suas redes sociais (as antigas) contacta com outras pessoas com experiências semelhantes sabe que não está sozinho e isso, muito mais do que os noticiários, determina o seu voto.

Uma das perguntas que os jornalistas fizeram a si próprios, aqui e…

View original post mais 910 palavras

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s