A queda do Império Europeu: Terrorismo, Imigração, Fronteiras – por Elisabeth Lévy

A Viagem dos Argonautas

Falareconomia1

Selecção e tradução de Júlio Marques Mota

A QUEDA DO IMPÉRIO EUROPEU: TERRORISMO, IMIGRAÇÃO, FRONTEIRAS

Elisabeth Lévy, Revista Causeur – publicação autoriza

Causeur_svg

* Agradecemos à autora Elisabeth Lévy e à Revista Causeur.

1

Refugiados BLOQUEADOS na fronteira entre a Hungria e a Sérvia (Setembro de 2015).

Sipa. número do relatório: 00723425_000001.

Desintegração, naufrágio, queda, impotência, abulia: quando queremos colocar a Europa num destes registos, hesitamos entre dois registos semânticos, o da catástrofe e o da patologia. Mesmo os melhores crentes não podem ignorar que a sua bela quimera de todos os povos da Europa (esperando por poder dizer todos os povos do mundo) a darem-se as mãos para avançar para um futuro brilhante liberto no futuro de guerras e dos “egoísmos nacionais” está ainda para nascer.

Vista socialmente a partir de baixo, a Europa evoca um tipo de oficial-ajudante que se mete em tudo, que impõe regras absurdas para nos alimentarmos…

View original post mais 1.288 palavras

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s