A bastonária que se armou em Donald Trump

Farrusco

As coisas já não nos chegam cá com o efeito tardio com que o Sud-Express obrigava Eça a esperar pelas novidades de Paris. Das Américas, Trump diz coisas da boca para fora e logo, por cá, a bastonária dos Enfermeiros decide entrar numa discussão delicada, a eutanásia, sem o bastão da autoridade, mas o cajado.

Empossada bastonária em janeiro, Ana Rita Cavaco deu uma entrevista à Rádio Renascença, no sábado. Falando da eutanásia, diz que sabe de casos: “(…) houve médicos que sugeriram…” Depois, disse: “(…) quem nos está a ouvir e trabalha no Serviço Nacional de Saúde sabe que estas coisas acontecem.” E, enfim, desdiz-se: “Eu não estou a dizer que as pessoas o fazem, estou a dizer é que temos que falar sobre elas.”

Afinal, as novidades já nos chegam de imediato, mas temperadas à moda branda que é tão nossa. Entre nós, até o cajado é dúbio.

View original post mais 219 palavras

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s